Proprietário rural na região que tem sido palco constante de confrontos com índios desaldeados em Dourados relatou que até mesmo o trator blindado aplicado nas atividades agrícolas foi alvo de ataque com bombas incendiárias na manhã desta quinta-feira (16).

Em vídeo enviado ao Dourados News (assista abaixo), ele mostra a máquina em trecho de propriedade na divisa com o acampamento indígena improvisado, às margens da Perimetral Norte, e narra ter sido necessário pedir apoio das forças policiais para continuar o trabalho.

Segundo o ruralista, ao tentar plantar nas áreas de divisa com o acampamento, os índios começaram a jogar bombas incendiárias conhecidas como coquetel molotov na tentativa de queimar o trator blindado.

Ele afirma que mesmo com a presença da Polícia Militar, não foi possível prosseguir com o cultivo em toda a área.

Procurado pelo Dourados News nesta manhã, o comandante do 3º BPM (Batalhão de Polícia Militar), tenente-coronel Carlos Silva, informou que foram enviadas equipes da Força Tática após chamado de proprietários rurais que relatavam o ataque.

Segundo o oficial, com a presença dos militares, a situação foi tranquilizada. Ele aguarda também a vinda de equipes da Força Nacional de Segurança que devem ser enviadas pelo Ministério da Justiça após o acirramento dos conflitos na região, cujo ápice foi o confronto do dia 3 de janeiro que teve pelo menos três feridos com disparos de arma de fogo.