Elcindo Alexandre Neto, de 35 anos, vulgo Maninho, morador na região do parque Rego D’Água, periferia de Dourados, morreu na tarde desta sexta-feira, dia 11 de outubro, após se envolver em confusão e confronto com agentes da Guarda Municipal de Dourados.

Por volta das 13h30 a Guarda recebeu denúncia de moradores que havia um incêndio criminoso em um terreno na região do parque Rego D’Água e chegando ao local os agentes foram informados que Elcindo era o responsável pelo fogo, mas no momento da abordagem ele fugiu.

Perseguido ele entrou em uma residência, de onde saiu armado com uma tesoura e investiu contra a guarnição, momento que um dos guardas efetuou um disparo de choque na tentativa de conte-lo, mas ele conseguiu se livrar e continuou fugindo.

Os guardas então efetuaram tiros com balas de plástico (polietileno), sendo que um deles atingiu a barriga de Elcindo, que passou por grande sangramento.

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada, mas quando chegou ao local a vitima já não apresentava sinais vitais.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio contra a Guarda, incêndio criminoso, resistência à prisão e violação de domicílio.