O ex-prefeito de Bella Vista Norte, no Paraguai, fronteira com Bela Vista no Mato Grosso do Sul, Júlio César Rojas Vadora de 54 anos, foi morto no final da tarde deste sábado (18) em Bella Vista. Ele assistia a uma partida de futebol no Ybytyruzu Sports Center quando pistoleiros a borde um Gol e de uma moto chegaram ao local e fizeram centenas de disparos de submetralhadora.

Júlio César que já tinha sido também governador do estado de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero estava na arquibancada ao lado de outras pessoas, morreu na hora. Outra vítima foi o servidor público federal do Paraguai Alejandro Malvertti Delgado, chefe local do Serviço Nacional de Erradicação da Malária (Senepa) que acompanhava o político.

Luís Arnaldo Fernandes de 18 anos e Arnaldo Flores foram feridos e socorridos com vida para o Hospital Regional de Bella Vista Norte. No momento do atentado houve muita correria e pânicos e outras pessoas ficaram feridas mas sem gravidade. Segundo relatos preliminares, o alvo dos assassinos era o ex-prefeito Rojas.

Policiais do Departamento de Investigações da Polícia Nacional de Pedro Juan Caballero estão seguindo para o local para tentar prender os assassinos que segundo informações teriam fugido para o lado brasileiro da fronteira.