Após vinte dias do acidente fatal, os corpos das quatro vítimas que morreram carbonizadas na dorovia MS-395, entre as cidades de  Bataguassu e Brasilândia, foram identificados.

Foi realizada no último dia 02 de julho, a coleta de materiais genéticos dos familiares para a realização do exame de DNA para a identificação das vítimas. Nesta quinta-feira (18), quinze dias após os exames, o resultado foi divulgado e os corpos identificados.

O velório das quatro vítimas, Dolores Sanches Dias, de 72 anos, que seguia acompanhada da filha Eleny Aparecida Sanches Dias, de 48 anos; Claudia Rodrigues Ledesma, de 42 anos, que era acompanhada pela jovem Thaina Aparecida Rodrigues Ledesma, de 21 anos, acontecerá a partir das 14 horas deste sábado, dia 20 de julho, no Ginásio de Esportes de Bataguassu.

Segundo a imprensa local, o sepultamento também acontecerá na tarde deste sábado, no Cemitério Municipal.

O grave acidente que resultou na morte das quatro mulheres ocorreu na noite de 28 de junho, quando o veículo em que elas estavam bateu na traseira de um caminhão caçamba e em seguida capotou e pegou fogo. Apenas o motorista conseguiu sair antes que as chamas se alastrassem. O motorista do caminhão não se feriu.

(As informações são do site Da Hora Bataguassu).