Um avião com pelo menos 430 quilos de pasta base de cocaína foi interceptado e cinco traficante presos por forças policiais no município de Comodoro (638 km de Cuiabá). Também foram apreendidas seis armas de fogo e cinco veículos. Outros dois integrantes da quadrilha conseguiram escapar do cerco policial. Com a operação, a quadrilha teve prejuízo de cerca de R$ 7 milhões, conforme informações da Polícia.

Policiais já faziam o monitoramento da fazenda às margens do rio Guaporé. Minutos antes da abordagem, um veículo Fiat Strada já aguardava na pista, provavelmente, para fazer a descarga da droga. Com a chegada da polícia, os dois ocupantes do avião abandonaram a aeronave e fugiram pela mata e os dois homens que estavam no carro se renderam.

Quatro homens com idades de 28, 38, 42 e 33 anos que não tiveram as identidades reveladas estão presos. Entre eles está o gerente da fazenda, alvo inicial da operação, que recebia R$ 30 mil por cada pouso com carregamento de droga na pista, além de dar apoio aos traficantes. Outros dois homens suspeitos que dariam suporte aos foragidos também foram presos e um Fiat Uno apreendido.

Após registrada a ocorrência, os acusados e produtos da apreensão foram entregues à Delegacia da Polícia Federal de Cáceres. O avião interceptado é Cessna 206 de matrícula CP-1660, da Bolívia. Policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e da federal participaram da operação. Além das armas, veículos de integrantes que davam apoio à quadrilha e cartuchos de vários calibres foram aprendidos.