Boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), mostra novo crescimento de casos confirmados de dengue em Mato Grosso do Sul. Comparação com dados colhidos até 03 de julho e nesta quarta-feira (10), mostram que os casos passaram de 22.312 para 23.291 respectivamente, ou seja, aumento de 979, em uma semana.

O aumento na semana que se passou é de pouco mais de 4%. Conforme mostrado pelo Dourados News, na comparação mais recente, o aumento no número de casos confirmados em uma semana havia sido de 7%.

O número de casos notificados (suspeitos da doença) também obteve crescimento no mesmo período. No levantamento até 03 de julho, o total era de 45.026 e no atual, o total chega a 46.330. Neste caso o aumento foi de 1.274 pessoas com suspeita da doença.

Das 79 cidades de Mato Grosso do Sul, 74 apresentam alto índice da doença, quando se tem mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes.

Apenas Japorã, Anastácio, Aquidauana, Inocência Juti e Paranhos possuem média incidência, quando o número de casos está entre 100 e 300 a cada 100 mil habitantes.

Campo Grande possui 13.622 casos notificados e 11.086 casos confirmados da doença. Em Dourados são 3.874 notificados e 1.753 confirmados. Três Lagoas registra 4.989 notificados e 3.190 confirmados.

São 24 óbitos por dengue em Mato Grosso do Sul. Esse número se mantém desde o boletim do dia 19 de junho.

Dentre as vítimas fatais, oito foram registrados na capital, sete em Dourados, três em Três Lagoas e em Maracajú, Ponta Porã, Corumbá, Costa Rica, Coxim e Amambai ocorreram um registro de vítima fatal em cada.