O ex-governador Zeca do PT é mais um a confirmar pré-candidatura a prefeitura de Campo Grande para o pleito eleitoral de 2020. A liderança petista afirma que colocou o nome a disposição do partido para a disputa em outubro do ano que vem. Além dele, o deputado estadual Pedro Kemp também deve se pré-candidatar.

“Se o PT concordar, vou analisar as condições, a composição da chapa de vereadores, se é representativa. Vamos trabalhar um arco de aliança com partidos progressistas. Vejo uma possibilidade de grande disputa”, comenta o ex-governador.

Entre as possíveis alianças para o pleito, Zeca também já enxerga alguns velhos aliados no espectro polítoca da esquerda para o ano que vem. “Boto muita fé em uma aliança progressista PT, PDT, PCdoB, PSOL, por exemplo”, revela.

Além disso, Zeca afirma que vê um quadro “pulverizado” para as eleições de 2020, com várias candidaturas que vão criar um ambiente propício a ida para segundo turno. Em sua plataforma, ele diz que vai ressaltar a discussão sobre a cidade, já que haveriam benesses ao Centro, deixando os bairros abandonados.

“Existe um momento muito grande e bom para o PT, a medida que cai toda a máscara de uma ação criminosa, comandada pela elite brasileira, para condenar sumariamente o PT e o Lula. O povo começar perceber que foi uma grande armação, percebe que é um golpe contra o povo e começa a ter saudade do PT”, opina Zeca.

O agora pré-candidato a prefeito também chamou o transporte coletivo da cidade de lixo e prosseguiu com críticas citando segurança pública, desemprego, saúde e educação como necessidades da população. “Eu quero fazer esse debate, da cidade que nós temos e da cidade que nós podemos ter”, avalia.

Eleições do diretório

Antes de definir a chapa que vai concorrer em 2020, porém, o PT de Campo Grande vai passar pela sempre disputada eleição do diretório local, que está prevista para acontecer acontece no dia 8 de setembro.

Entre os candidatos, está o atual presidente, Agamenon Prado, a professora Mariuza e o ex-Big Brother Ilmar Mamão. Quem vencer vai comandar o diretório municipal, que conta com mais de 13 mil filiados, por dois anos.