Maior município do interior de Mato Grosso do Sul, Dourados tem recebido do Governo do Estado importantes investimentos e repasses que somam cerca de R$ 900 milhões. O valor considerada recursos aplicados entre janeiro de 2015 e outubro de 2019 em infraestrutura, desenvolvimento, saúde, educação e segurança. Tudo para melhorar atendimentos e a qualidade de vida da população.

A maior parte dos recursos é aplicada na área de infraestrutura e saneamento. São mais de 715 mil em obras emblemáticas, como a construção Estação de Tratamento de Esgoto Ipê, ao lado da MS-156; a pavimentação e drenagem já concluídas do Distrito Industrial e a revitalização das avenidas Joaquim Teixeira Alves, Marcelino Pires e Weimar Torres, que dá mais segurança e conforto ao trânsito.

O Governo do Estado ainda construiu e entregou os prédios da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) e do Centro de Educação Profissional. Já a construção do Hospital Regional de Dourados segue em execução. Isso tudo além de obras de asfalto de drenagem de águas da chuva em diversos bairros da cidade, como São Braz, Parque das Nações, Altos do Indaiá, Vila Martins, Vila Vargas, Jóquei Clube e Jardim Carisma.

Para os próximos anos, a expectativa é de mais investimentos para Dourados. Isso por causa do programa ​Governo Presente,​ que desde setembro faz um raio-x das necessidades de cada cidade de Mato Grosso do Sul. Com o projeto, o Governo planeja novos investimentos e obras em todos os municípios “sem ​lado a​ ou ​lado b​, apenas com o lado da população”, nas palavras do governador Reinaldo Azambuja.Depois de levantar demandas de 61 municípios em cinco edições, o Governo Presente​ desembarca em Dourados com toda a estrutura administrativa do Executivo Estadual entre os dias 21 e 22 de novembro, tornando a cidade “capital” de Mato Grosso do Sul.

Na oportunidade, o governador Reinaldo Azambuja, o vice Murilo Zauith e demais técnicos do Governo vão atender 17 prefeitos de cidades da região.As reuniões técnicas ainda vão atender vereadores e demais lideranças municipais.

Juntos, os agentes públicos vão traçar projetos de investimentos para Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Batayporã, Deodápolis, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Itaporã, Ivinhema, Laguna Carapã, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Ponta Porã, Rio Brilhante, Taquarussu e Vicentina. Os encontros serão na Sanesul.Após finalizar o programa ​Governo Presente​, o governador Reinaldo Azambuja vai organizar e divulgar o planejamento de novas obras e investimentos para os próximos três anos (até 2022) nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Em anúncios anteriores à imprensa, o gestor adiantou que pretende recuperar 200 quilômetros de rodovias estaduais e pavimentar outros 800 quilômetros de estradas novas pelo Estado.