A polícia identificou o suspeito de cravar uma faca no olho de um homem identificado como Moacir de Oliveira, de 38 anos, em Dourados, sul de MS. Segundo o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Daltro, o suspeito é indígena e teria fugido do local para uma aldeia da região.

“Ele é vizinho da casa onde estava a família da vítima em uma festa no domingo (23) em que todos ingeriram bebida alcoólica. Após uma discussão, ele teria separado uma briga e em seguida entrou no carro para ir embora. Nesse momento o autor foi até sua casa e pegou uma faca, dirigindo-se então para o veículo onde estava a vítima”, relata.

De acordo com Daltro, assim que a vítima entrou no carro, o autor apareceu com a arma e golpeou-lhe no olho. Moacir sobreviveu ao ataque e foi atendido com a faca ainda cravada no crânio. De acordo com o médico do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), Renato Vidigal, a faca atingiu o cérebro do homem que teve perda de massa encefálica.

Segundo Vidigal, antes do Samu chegar, alguém tentou retirar a faca do crânio da vítima, o que pode ter agravado seu estado de saúde. Moacir segue internado na UTI do Hospital da Vida em Dourados, em estado grave. A reportagem entrou em contato com a esposa da vítima, que estava abalada e preferiu não dar declarações.