A Polícia Civil de Bonito identificou e prendeu um homem de 29 anos, investigado por se passar por policial civil em Bonito e demais municípios da região.

A equipe de investigação da polícia recebeu a informação de que o suspeito usava uma camiseta da Polícia Civil e um simulacro de arma de fogo na cintura, passando-se por policial lotado na delegacia de Polícia Civil de Bonito.

Ainda de acordo com a polícia, ele frequentava shows e festas utilizando-se do uniforme e identificando-se como policial civil a fim de obter vantagens. Em seu aplicativo instagram, o suspeito postou fotos vestindo a camiseta da polícia. Em relatos, testemunhas afirmaram que

O homem dizia ser policial com o objetivo de conquistar mulheres nessas festas. O delegado responsável pela investigação, Gustavo Henriques Barros, explicou que símbolos que representam instituições policiais não podem ser usados por cidadãos. “Símbolos como distintivos e uniformes oficiais são reservados para profissionais da área de segurança”, comentou. “Quando um cidadão que não é policial se identifica como tal, pode acabar colocando em risco a vida das pessoas e por isto responderá na justiça pela prática de uma infração penal”, completou o delegado.

A Polícia Civil registrou termo circunstanciado de ocorrência e ele responderá pela infração penal prevista no artigo 46 do Decreto-Lei no 3.688/41. Na delegacia, o investigado confessou os fatos.