Três pessoas morreram em uma troca de tiros com a polícia paraguaia quando se preparavam para resgatar o narcotraficante Marcelo Pinheiro Veiga, conhecido como ‘Marcelo Piloto’ um dos chefes do Comando Vermelho. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (24), em Assunção, no Paraguai, fronteira com Ponta Porã.

‘Marcelo Piloto’ está preso desde dezembro no país. Um carro-bomba foi encontrado por policiais do Grupo Especializado, com 30 quilos de dinamite. A suspeita é que o veículo seria usado para o resgate do narcotraficante.

Segundo o site ABC Color, os integrantes que fariam o resgate do narcotraficante estavam armados com fuzis, escondidos em uma casa, e acabaram trocando tiros com os policiais.

Todos os bandidos morreram e seus nomes não foram revelados. O carro foi levado para uma área aberta e detonado. Os explosivos estavam escondidos no porta-malas.

No dia 4 deste mês, cinco homens foram presos. Entre eles estava uma mulher, que seria a esposa de ‘Marcelo Piloto’.

Os policiais chegaram à casa dela em Assunção depois de investigações que apontavam que o grupo estava planejando o resgate do narcotraficante. O resgate seria para evitar que o narcotraficante fosse extraditado para o Brasil.