Anderson Ariel Florenciano Ferreira, 28, acabou executado na manhã de domingo (30/12), na frente dos filhos. O cxaso ocorreu em sua casa, localizada no bairro General Genes, na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã.

Conforme o Porã News, pistoleiros chegaram numa moto, houve discussão e logo em seguida um deles disparou cinco vezes contra a vítima. Os tiros atingiram a cabeça, pescoço e três nas costas.

O rapaz chegou a ser socorrido ao Hospital Regional da cidade, porém, não resistiu e acabou morrendo ao dar entrada.

Ainda de acordo com o site, a esposa da vítima disse que Anderson teria recebido uma ligação e saído da residência. Momentos depois ouviu disparos e encontrou o marido caído. O pai do rapaz afirmou que não havia ameaças contra o filho e desconhece o motivo da execução.

Investigadores da Direção de Investigação de Casos Puníveis do Paraguai recolheram imagens de câmeras de segurança para dar início às investigações.