Os corpos de uma mulher e de uma bebê foram encontrados na manhã desta terça-feira (29) em uma área rural de Katueté, no estado paraguaio de Canindeuyú, na fronteira com Sete Quedas. A suspeita é de que os corpos sejam da bebê Soledad Mendoza Mendoza Stenbeiger, de 10 meses e da babá Mabel Blanca González, desaparecidas desde o último dia 8.

Um mecânico de 26 anos é apontado pela polícia como principal suspeito do crime. Ele mantinha um relacionamento com Mabel e, no dia em que as duas desapareceram, teria ligado 17 vezes no celular da vítima. Depois de uma conversa, o suspeito teria convencido a babá a encontrá-lo para por fim no relacionamento que ele insistia em reatar.

Informações preliminares dão conta de que as duas foram jogadas em uma cova na estrada Las Residentas. Depois de seguir os trilhos, policiais encontraram os corpos em avançado estado de decomposição.

Perícia foi realizada no local para tentar encontrar pistas e por conta do estado de decomposição não foi possível identificar as vítimas. Segundo o promotor responsável pela investigação, Christian Bartomeu, o ex-namorado de Mabel está preso preventivamente desde o dia 22 de janeiro. Ele foi detido a 500 metros da estrada onde as vítimas estavam.

Investigações dão conta de que a babá vivia com o marido e cinco filhos e que a relação com o suspeito seria extraconjugal.