Apontado pela polícia como uma das principais lideranças do PCC – Primeiro Comando da Capital, na fronteira Brasil/Paraguai, Emanuel Diaz Gomez, de 23 anos, foi assassinado na tarde desta sexta-feira em Pedro Juan Caballero. Este foi o terceiro caso em menos de 5 horas. Logo pela manhã outras duas pessoas, sendo um policial paraguaio, tinham sido mortos.

A execução aconteceu quando Emanuel, o Manu, estava na motocicleta Kenton Dakar 200 placa do Paraguai HHP-027. Ao passar pelas ruas Nações Unidas e Juan de Ayolas, no Bairro Virgem de Caacupé, em Pedro Juan Caballero, Emanuel foi surpreendido pelos matadores e executado com tiros na cabeça e principalmente peito. Mesmo armado com uma pistola, Manu não conseguiu reagir aos criminosos. Consumado o crime, atirador e comparsa desapareceram.

De acordo com a polícia Paraguaia, Emanuel era braço direito do PCC na fronteira sendo ligado Elton Leonel Rumich da Silva, o “Galan”. Preso em 2014 por tráfico de drogas e armas, Emanuel havia sido novamente preso por policiais da SENAD, em julho passado.