A Polícia Civil investiga o caso de uma menina de 5 anos que teria sido estuprada pelo marido da avó, em dezembro de 2018, em Campo Grande. O suspeito que está em liberdade negou que tenha cometido o crime.

Segundo a delegada Anne Karine Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), a menina teria reclamado para a mãe de dores e vermelhidão nas partes íntimas. A criança foi levada ao médico e lá foi descoberto que ela tinha contraído HPV – doença sexualmente transmissível.

A menina, então, contou a mãe que o marido de sua avó havia estuprado ela. Foi feito o registro do boletim de ocorrência, o autor ouvido e liberado. Em depoimento, ele negou que tenha cometido o estupro.

No início desta semana foi feito pedidos de exames tanto para o suspeito, como para a mãe da menina de exames para determinar ou não se os dois possuem HPV, o que iria contra as negativas do suspeito de não ter cometido o crime.

A menina passou por atendimento psicossocial e foi confirmado o estupro.