A Polícia Civil investiga a morte de um bebê nascido na manhã desta quinta-feira (17/10), em Dourados. A mãe, manicure de 21 anos, residente na região do Jardim Canaã III, será autuada pelo homicídio.

Ela está internada no Hospital Universitário da UFGD após ter dado à luz.

De acordo com o apurado pelo Dourados News, a mulher teria escondido a gravidez da família.

Hoje, ela se deslocou até o salão a qual presta serviço, na região do BNH IV Plano e começou a reclamar de dores. Após passar mal, se automedicou e por volta de 10h30, quando estava só no estabelecimento, entrou em trabalho de parto.

Minutos depois, duas pessoas chegaram e perceberam a situação, acionando o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A mãe e o bebê, que já havia nascido, foram encaminhadas ao hospital, mas, a criança já estava morta.

O caso foi levado à delegacia e a mulher será autuada pelo homicídio, pelo fato de não ter contado sobre a gravidez e não buscar socorro no momento em que passou mal.

O corpo do bebê, do sexo masculino e que nasceu com 3,3 quilos, foi encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para passar por análise.

O caso segue sob investigação.