O Governo do Estado já repassou, desde o início deste ano, R$ 17.372.321,53 para o setor da saúde de Dourados. As transferências referem-se a custeio de serviços prestados pelo Hospital da Vida, Hospital Universitário, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Hospital da Missão Evangélica Caiuás, além de atendimentos na área de saúde bucal, incentivos aos Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Combate a Endemias, entre outros.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, o governo priorizou esforços no sentido de colocar em dia os pagamentos às instituições hospitalares contratualizadas com o SUS (Sistema Único de Saúde) de todas as regiões do Estado.

“Estamos cumprindo o desafio proposto pelo governador Reinaldo Azambuja, que é o de atuar em parceria com os prefeitos e secretários municipais de Saúde de todo o Estado. Desta forma, podemos garantir a esses gestores, condições de ofertar uma saúde de melhor qualidade, o mais próximo possível do cidadão usuário do SUS”, afirma Geraldo Resende.

Valores

Do montante transferido a Dourados no período, parcela significativa foi direcionada ao custeio de serviços do Hospital da Vida, no valor de R$ 8 milhões, equivalentes a transferência mensal de R$ 1 milhão, mais o pagamento de dois meses de 2018. O Hospital Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) recebe R$ 650 mil mensais, totalizando R$ 3.850.000,00, enquanto o Hospital Evangélico obteve transferências de R$ 555.123,96 e o Hospital da Missão Caiuás, R$ 80.571,42.

Unidade de saúde de grande importância para a população de Dourados, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) também recebe verbas estaduais. Foram R$ 1.750.000,00 até agora neste ano. O SAMU foi contemplado com repasses que totalizaram R$ 561.400,00. Além disso, para regularização de repasses referentes a 2018 o Governo do Estado transferiu R$ 423.552,57 para o Fundo Municipal de Saúde de Dourados.

A administração estadual também participa com parte significativa da remuneração dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias, tendo efetuado pagamentos de incentivos que somam R$ 822.923,20 desde o início do ano. O Programa de Saúde da Família (PSF e ESF) recebeu valores significativos, somando R$ 753.596,10; a Assistência Farmacêutica recebeu R$ 381.409,78.

O serviço de saúde mental prestado pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) tem apoio do Governo do Estado e obteve investimentos de R$ 36 mil; o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) foi contemplado com R$ 17,6 mil; para o Hemonúcleo de Dourados foram transferidos R$ 80 mil. O Estado também transferiu para o Fundo Municipal de Saúde douradense o valor de R$ 55.744,50, como compensação de especificidades regionais (CER).

Além das transferências, o Governo do Estado também faz o custeio direto do Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados (HRCGD), com um aporte mensal de R$ 716 mil, totalizando mais de R$ 3,5 milhões desde o início do ano. Naquela unidade, o Estado também disponibilizou equipamentos que demandaram mais de R$ 1,2 milhão em investimentos.

Hemodiálise e equipamentos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde está repassando à Prefeitura de Dourados um valor adicional de R$ 900 mil, em nove parcelas de 100 mil, destinado à ampliação do atendimento diagnóstico e terapêutico, e da oferta de vagas em hemodiálise, com o objetivo de auxiliar o município a atender orientação dada pelo Ministério Público.

Dourados também está sendo atendido com a cessão de equipamentos atualmente instalados no Hospital da Vida, Clínica da Mulher e na UPA, como aparelhos de tomografia, ultrassom, Raios-X, arco cirúrgico, conjunto radiológico fixo, estações de visualização de exames e uma digitalizadora de exames de Raios-X.

Repasses para a saúde de Dourados

– Hospital da Vida – R$ 8.000.000,00

– Hospital Universitário de Dourados – R$ 3.850.000,00

– UPA– R$. 1.750.000,00

– Incentivo estadual aos Agentes Comunitários e Combate a Endemias    R$ 822.923,20

– Programa de Saúde da Família (ESF-PSF) – 753.596,10

– SAMU – R$ 561.400,00

– Hospital Evangélico – R$ 555.123,96

– Regularizações referentes a 2018 – R$ 423.552,57

– Assistência Farmacêutica – R$ 381.409,78

– Hospital da Missão Caiuás – R$ 80.571,42

– Compensações de especificidades regionais – R$ 55.744,50

– Saúde Mental (CAPS) – R$ 36.000,00

– Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) – R$ 17.600,00