O piloto Luizimar Cassius Nastick, de 40 anos e o mecânico de avião Jeferson Pontes Gonçalves, de 29 anos, que atuavam nos aeroportos Teruel e Santa Maria, em Campo Grande estão presos na Venezuela, suspeitos de envolvimento com o tráfico de cocaína e combustíveis.

Eles foram presos ao serem flagrados na zona rural da cidade de Guasimo Mayita, em Cojedes, em uma aeronave com quase 500 litros de combustível de combustível ilegal. Eles pousaram no local, por falta de combustível na aeronave. A dupla estava com um avião Sêneca, PT-EZU, em nome de uma mulher, moradora em São Paulo.

Testes também apontaram que a aeronave já havia transportado cocaína. A prisão ocorreu em 16 de novembro, mas só foi confirmada recentemente pela Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, conforme o site MS em Foco.

A Deco (Delegacia Especializada de Repressão ao Crime Organizado) investigava o caso, desde o final do ano passado, quando os comentários entre colegas, sobre o suposto “sumiço” da dupla, virou caso de polícia. No entanto, familiares não demonstraram interesse em repassar mais informações sobre o paradeiro dos suspeitos à polícia.

Os investigadores apuraram que piloto e mecânico geralmente decolavam no aeroporto de Cáceres, em Mato Grosso, em aeronaves fretadas que pousavam na Capital. Ainda não há a confirmação se tanto a droga ou o combustível eram descarregados em Campo Grande.