Valmir de Campos de 48 anos foi executado a tiros nesta segunda-feira (19) depois de ser sequestrado por um grupo armado EPP (Exército do Povo Paraguaio). Ele seria sobrinho do prefeito de Coronel Sapucaia, Rudy Paetzol.

O brasileiro estava em uma fazenda ‘El Ciervo’, em San Pedro, no Paraguai, extraindo madeira quando foi cercado por um grupo armado do EPP sendo levado junto de mais quatro pessoas. Informações do site ABC Color são que Valmir foi assassinado logo depois de seu sequestro.

O procurador Delfino afirmou que a polícia tenta identificar os integrantes do grupo criminoso que teria sequestrado e executado Vlamir. Ainda de acordo com informações, a polícia não teria conseguido ainda recuperar os restos mortais do brasileiro.

O Ministério Público chegou ao local da possível execução na manhã desta terça-feira (20).