Reunidos em assembléia nesta quarta-feira (8/7) os bancários de Dourados rejeitaram as propostas da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e aguardarão uma nova proposta durante negociação agendada para o dia 17 de agosto em São Paulo.

Conforme informações da direção do Sindicato a proposta dos bancos não contemplam aumento real nos salários nem garantem direitos estabelecidos na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) que termina no dia 31 de agosto.

Os bancários também aprovaram adesão ao Dia do Basta, que acontece nesta sexta-feira (10/08) em todo o país. A categoria retardará a abertura das agências em uma hora, com isso o atendimento se dará a partir das 11h em Dourados.

Os protestos são contra o desemprego, o aumento do preço do gás de cozinha e dos combustíveis, a retirada de direitos e as privatizações, modelo de gestão que faz parte da agenda do atual governo federal.