Os eleitores dos municípios de Água Nova e Pendências, no Rio Grande do Norte, e Caarapó, em Mato Grosso do Sul, retornarão às urnas amanhã (25) para escolher seus prefeitos. Nas três localidades, os chefes do Executivo Municipal eleitos em 2016 tiveram os mandatos cassados. A votação no domingo ocorrerá das 8h às 17h, no horário local.

A realização das eleições suplementares decorre da aplicação do parágrafo 3º do artigo 224 do Código Eleitoral, que determina que “a decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário acarreta, após o trânsito em julgado, a realização de novas eleições, independentemente do número de votos anulados”. O dispositivo foi incluído na legislação pela minirreforma eleitoral de 2015.

O município sul-matogrossense de Caarapó, com 20,4 mil eleitores, tem duas coligações concorrendo à prefeitura. A Coligação União, Trabalho e Prosperidade tem como candidato a prefeito André Luís Nezzi de Carvalho (PDT) e seu vice, Leônidas Ignácio Moreno (DEM). Já pela Coligação Todos por Caarapó são candidatos Elzo Cassaro (Avante), que concorre ao cargo de prefeito, e Jurandir Alves Machado (PV), que compõe a chapa como vice.

Em agosto deste ano, o TSE cassou os mandatos do prefeito eleito em 2016, Mário Valério (PR), e de seu vice. Os dois responderam por crimes como compra de votos, abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.