O comerciante Francisco Rodrigues Magalhães de 44 anos, foi preso após abusar sexualmente de uma ex- funcionária, de 18 anos. Segundo o site Top Mídia News, a vítima relata que havia pedido demissão do emprego devido ao assédio do patrão que mesmo assim foi até a casa dela e tentou agarrá-la a força.

Conforme os registros, a jovem chegou a trabalhar no comércio do abusador por cerca de dois meses, mas pediu demissão devido ao assédio e aos ‘convites’ do suspeito em querer manter relações sexuais com ela.

A vítima relatou que Francisco seria amigo da mãe dela e na noite do último domingo, dia 04 de novembro, ele teria ido até a casa da jovem e foi atendido pelos familiares da vítima. Aproveitando um momento de distração dos parentes, Francisco foi até o quarto da garota que acordou com o estuprador tocando em suas partes íntimas. Rapidamente ela gritou, todos foram ao encontro da vítima, mas o homem conseguiu fugir.

Na tarde do dia seguinte, aproveitando que a jovem estava sozinha na casa, localizada no Jardim Noroeste, em Campo Grande, Francisco novamente foi ao local e tentou agarrar a vítima a força. Com medo, ela gritou, por sorte a mãe chegou, entrou em luta corporal com o suposto estuprador e conseguiu deter o suspeito até a chegada da polícia.

Depoimento do suposto estuprador

Durante a audiência de custódia, Francisco confessor querer manter um relacionamento com a jovem, mas adianta que ela nunca teria dado abertura. Ressaltou que é amigo da mãe da vítima há muito tempo, mas se defendeu dizendo que realmente sentou na cama da garota, mas não tocou no corpo dela.